pesquisar   


Sexta-feira, 4 de Março de 2011
Oscar e eu, versão gourmet

Aviso: o título pouco ou nada tem a ver com o conteúdo que se segue.

 

É curioso que, agora que estou a 2819 Km de casa (cálculo google maps), consumo produtos portugueses de qualidade superior àquela dos produtos que consumo correntemente em Porugal. Isto porque, por qualquer razão, a minha mãe insiste em enviar-me coisas quase gourmet vindas do país de Camões.

 

Por isto, quando receber um prémio importante na minha vida e tiver direito a um tempo de discurso à la Oscares, uma coisa vou incluir, com certeza, nesse discurso: um grande agradecimento à minha mãe. Até aqui nada de novo, toda a gente o faz. No meu caso, no entanto, o agradecimento vai ser um pouco mais específico. Vou agradecer à minha mãe por, enquanto eu morava em Copenhaga, me enviar os melhores queijos de Portugal.



publicado por Undómiel às 14:15
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Março de 2011
Forno novo, vício novo

Ultimamente, depois de, finalmente, ter comprado um forno, voltei a cozinhar como hobby. Cozinhar como hobby era o que fazia em Salamanca, quando pertencia à classe trabalhadora. Já não me lembrava do quão divertido era encontrar uma receita aleatória na internet e experimentar.

Já me sugeriram criar um blog de culinária, meio a gozar e meio a sério. Não o vou fazer, pelo menos não para já. Mas o nível de vício está próximo daquele que leva as pessoas a criar os seus blogs de culinária. Na verdade, confesso, só não o faço porque não sei tirar fotografias. Se soubesse, abriria.

Por enquanto, fico-me pela inspiração: sevenspoons e onebreakfastaday



publicado por Undómiel às 20:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 7 de Outubro de 2010
Ultimamente...

... Não tem acontecido nada digno de destaque por terras dinamarquesas, pelo menos não a mim. Assim se justifica a minha longa ausência.

Quebro o intervalo não para relatar novas aventuras mas apenas para fazer este reparo. Já que acordei o blog, convém mantê-lo vivo.

 

Na verdade, já passei por algumas coisas engraçadas mas escrever o relato muito tempo depois perde o sentido.

A grande descoberta do últimos tempos foi a postura dos dinamarqueses em relação a festas na casa dos vizinhos. Aquelas festas que, em Portugal, terminariam com a polícia em casa por causa do barulho aqui são perfeitamente normais e aceitáveis. Gosto muito das noções de liberdade e igualdade dinamarquesas.

 

Entretanto mudei de casa. De um quarto que era mais uma despensa gigante que partilhava com um monte de tralha, passei para um quarto gigante cheio de espaço e luz onde, segundo um dos meu colegas de casa, "quase se pode jogar futebol". Enfim...

 

Descobri também que Bacalhau com Natas é um prato apreciado por pessoas dos quatro cantos do mundo. O papel outrora desempenhado pelas naus e caravelas é, hoje em dia, desempenhado pela gastronomia. O que prova que o quinto império está prestes a ser implantado e eu vou ser o novo D. Sebastião - o D. Sebastião que vai salvar a cultura portuguesa do esquecimento e levar a gastronomia ao quatro cantos do mundo. (perdoem-me)



publicado por Undómiel às 16:58
link do post | comentar | adicionar aos favoritos