Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Hoje apetece-me ter um blog.

Hoje apetece-me ter um blog.

Já muito se disse sobre o Twitter e dificilmente este post vai acrescentar alguma coisa ao mar de opiniões que circula pela net. Mas como ainda nada foi dito por mim, acho que a minha opinião também merece representar uma gota nesse oceano, por muito insignificante que isso seja.

 

Eu sou uma utilizadora muito recente do Twitter. Criei a minha conta há 3 dias, creio. Estou absolutamente fascinada com a ferramenta. Demorei a aderir. O conceito "what are you doing now?" não me parecia suficientemente excitante. Mas depois decidi ceder e aderir à moda. E gostei. Porque, como já li algures, o Twitter não é sobre "o que estás a fazer agora?". É muito mais.

Em 3 dias passei do estado em que seguia 4 ou 5 pessoas, os amigos e algumas instituições para o estado, neste preciso momento [e muito provisoriamente] em que sigo 115 pessoas/instituições/whatever. Para tão pouco tempo, parece-me um pouco assustador. O meu mundo está diferente. Estou agora muito mais ligada ao mundo. Para quem não tem televisão nem rádio, qualquer nova forma de comunicação/informação é bem-vinda e é também isso que o twitter representa para mim.

Em 3 dias ganhei umas quantas novas pastas de marcadores e páginas marcadas, graças à partilha de links no Twitter.

 

Sinto-me, agora, como me senti quando comecei a usar Last.fm, a ferramenta que, até há 3 dias atrás, era a minha ferramenta web 2.0 preferida. Isto significa apenas uma coisa "o Twitter é uma ferramenta absolutamente genial".

Twitter, amor à primeira vista.

 

 

Já agora, eu respondo pelo nome de MauraBouca no twitter...

1 comentário

Comentar post