pesquisar   

Sexta-feira, 4 de Março de 2011
Oscar e eu, versão gourmet

Aviso: o título pouco ou nada tem a ver com o conteúdo que se segue.

 

É curioso que, agora que estou a 2819 Km de casa (cálculo google maps), consumo produtos portugueses de qualidade superior àquela dos produtos que consumo correntemente em Porugal. Isto porque, por qualquer razão, a minha mãe insiste em enviar-me coisas quase gourmet vindas do país de Camões.

 

Por isto, quando receber um prémio importante na minha vida e tiver direito a um tempo de discurso à la Oscares, uma coisa vou incluir, com certeza, nesse discurso: um grande agradecimento à minha mãe. Até aqui nada de novo, toda a gente o faz. No meu caso, no entanto, o agradecimento vai ser um pouco mais específico. Vou agradecer à minha mãe por, enquanto eu morava em Copenhaga, me enviar os melhores queijos de Portugal.



publicado por Undómiel às 14:15
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

José Luis Borges

Hoje um professor referiu Borges durante uma aula e disse que gostava que lêssemos. Não era uma leitura necessariamente académica.

Não consegui resistir à curiosidade. Fiz uso do google em busca de um texto de acesso imediato escrito pelo senhor.

 

Foi amor ao primeiro parágrafo:

"Lines consist of an infinite number of points; planes an infinite number of lines; volumes an infinite number of planes, hypervolumes an infinite number of volumes… No, this, this more geometrico, is definitely not the best way to begin my tale. Affirming a fantastic tale’s truth is now a story-telling convention; mine, though, is true.



publicado por Undómiel às 00:24
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Março de 2011
Forno novo, vício novo

Ultimamente, depois de, finalmente, ter comprado um forno, voltei a cozinhar como hobby. Cozinhar como hobby era o que fazia em Salamanca, quando pertencia à classe trabalhadora. Já não me lembrava do quão divertido era encontrar uma receita aleatória na internet e experimentar.

Já me sugeriram criar um blog de culinária, meio a gozar e meio a sério. Não o vou fazer, pelo menos não para já. Mas o nível de vício está próximo daquele que leva as pessoas a criar os seus blogs de culinária. Na verdade, confesso, só não o faço porque não sei tirar fotografias. Se soubesse, abriria.

Por enquanto, fico-me pela inspiração: sevenspoons e onebreakfastaday



publicado por Undómiel às 20:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos