pesquisar   

Quarta-feira, 27 de Maio de 2009
Manhã, ginásio e coisas

A Alemanha engorda. Por causa dela atingi um estado próximo da "gravidez aparente". Mas estou decidida a mudá-lo. Por isso, prometi a mim mesma que passaria a ir ao ginásio mais que uma vez por semana, que era a periodicidade que tinha adoptado desde que comecei a ir ao ginásio em Weimar.

Aquilo a que chamo ginásio é, na verdade, uma sala não muito grande com umas quantas máquinas típicas de ginásio, a que chamam "sala do cardiofitness", no complexo desportivo da Universidade.

Hoje, para respeitar a promessa que fiz a mim mesma e porque não tinha aulas de manhã, comecei o dia com ginásio.

Normalmente, quando lá vou, sou a única pessoa na sala. Hoje foi diferente. Quando cheguei, às 9h10, estava na sala um rapaz que daí a 5 minutos acabou a sua sessão. Fiquei sozinha, como de costume. Mas não seria assim por muito tempo. Às 9h20 chega uma senhora com idade entre os 60 e os 70 anos, muito sorridente, que parecia acabada de sair do cabeleireiro, com uma t-shirt às riscas brancas e azuis e umas bermudas do mesmo azul, justas. Fashion, basicamente. A senhora foi para a eliptica mesmo ao lado da minha, creio que na esperança de meter conversa comigo. Só tentou quando eu saí da máquina. Fez qualquer comentário que eu não percebi mas ao qual respondi "ah, ja" e sorri. Segui para a máquina seguinte. Entra uma outra velhota. Parecida com a primeira mas um pouco menos loura e com uma t-shirt lisa, mas também a condizer com as bermudas que trazia. Quando a primeira acabou a Eliptica foi ter com a segunda e as duas fizeram remo em paralelo. De vez em quando falavam uma com a outra.

Depois disto, de phones nos ouvidos, concentrei-me no meu jogging. Quando me voltei a lembrar que havia coisas à minha volta, a sala parecia estar cheia de pessoas com idades entre os 60 e os 70, com mais energia que eu e todos mais exercitados que eu. Só mulheres. Pouco depois entra aquele que será o único homem na sala. Careca, de calções e cheio de charme, imediatamente mete conversa com todas as senhoras da sala. A certa altura está a sala toda muito entretida e todos falam uns com os outros. De tal maneira que tenho de pôr a minha música mais alto. A minha conclusão é: este senhor realmente sabe como espalhar magia.  



publicado por Undómiel às 10:32
link do post | comentar | ver comentários (5) | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 22 de Maio de 2009
Bike Trip

 Definitivamente sou adepta de "Bike Trips". Devia fazer mais.

Tudo começou há quase um ano, assim. Em Fevereiro/Março passados fui à holanda. E como sempre me disseram "na Holanda, sê Holandês", um dos dias foi precisamente dedicado à exploração de parte do país em cima da bicicleta, assim. Ontem, pela primeira vez na Alemanha, dei um uso mais intensivo à minha bela Arabella, rosa, roxa e ferrugem. E que belo que foi!

 

Pela Alemanha, como na Holanda, existem vários percursos demarcados para bicicletas. Percursos longos e com características específicas. O que percorri ontem, juntamente com alguns dos meus colegas erasmus, foi um dos percursos ao longo do rio Ilm, o que banha Weimar. O percurso chama-se, traduzindo "vale do Ilm".

ver mapa

 

Não é exactamente o que está assinalado no mapa, mas próximo, as localidades que atravessámos são essas. E a distância não será muito além dos 20 Km.

O programa era percorrer o Ilmtal entre Weimar e Kranichfeld e voltar de comboio.

O percurso é muito bonito. Atravessa aldeias, campos e floresta e leva-nos ao verdadeiro coração da Alemanha. Ontem, um coração em festa, o que tornou a viagem ainda mais divertida.

Cruzámo-nos com muitos grupos de pessoas a festejar o dia do Homem e parámos em duas festas. Numa delas estivemos uma hora. Festa muito peculiar, essa. Além da normal cerveja e dos homens havia também música e um estranho one-man-show. O anfitrião e protagonista do espectáculo era um senhor que podia muito bem ser português: baixinho, barba grisalha e bêbedo. A certa altura agarra uma guitarra, simulou que tocava e começou a cantar por cima de uma música alemão aparentemente muito popular. Depois, veste uma saia, põe uma peruca aos caracóis, semelhante à que os palhaços falsos do carnaval usam mas em louro, e canta por cima de uma qualquer música cantada por uma mulher, com voz aguda. Estranho e hilariante, mas rápido. Quando o senhor acabou o seu espectáculo seguimos o nosso caminho através de campos e florestas, novamente, sob ameaça de chuva, até Kranichfeld. Uma vez em Kranichfeld, a primeira preocupação foi encontrar um "Biergarten" (tasco com jardim interior=esplanada onde se pode beber cerveja e, eventualmente, comer). Fomos parar a um sítio, mais uma vez, muito peculiar. Quase hino ao Kitsch, diria eu. Guardanapos laranja com bolinhas, cortinas de renda na porta, renda e flores nas cortinas das janelas, cadeiras de bambu com almofadinhas a condizer com as cortinas na sala de jantar interior e toalhas de mesa com igual padrão. A senhora que servia à mesa e que julgo que era também a dona do sítio, envergava um vestido de padrão igualmente floral com uma fita rosa, num estilo alemao-antigo. Cenário fascinante mas má cerveja, que nos mandou de volta para Weimar.

Foi uma bela Bike Trip. E quero fazer mais coisas destas!



publicado por Undómiel às 16:06
link do post | comentar | ver comentários (3) | adicionar aos favoritos

Man's Day

A Alemanha é um país um quanto machista.

Começando na língua: a palavra para "menina" não é do sexo feminino mas sem neutra e a palavra para rapaz é masculina. E depois nas tradições.

Ontem foi feriado nacional. Religioso. Assinalou-se o dia em que Jesus Cristo subiu aos céus. Mas a verdadeira celebração era outra. Celebrou-se, à boa maneira masculina e alemã, o dia do Homem.

A boa maneira masculina e alemã de celebrar o dia do homem é juntar os amigos e sair para beber cerveja até à exaustão. Grupos de jovens reúnem-se com carros de mão cheios de bebidas e vão de aldeia em aldeia fazer a festa. Às 10h já se bebe por aqui. E aos 13 anos, aparentemente, também. A alternativa a esta forma de festejo é reunir os amigos , homens, em festas pontuais onde o ingrediente principal é a cerveja e passar lá o dia (um pouco à moda das festas da terrinha em Portugal, mas sem a música pimba). Quando chega a hora do jantar regressa-se a casa. E durante o regresso é preciso dar provas de masculinidade e de bebedeira. Isso passa, por vezes, por dar porrada em pessoas aleatórias mas igualmente bêbedas e do sexo masculino ou, então, puxar o travão de emergência do comboio que está cheio e obrigar a uma paragem de uns quantos minutos. Vale que não se metem com estrangeiros ou, se metem, são simpáticos e falam um alemão simples para os estrangeiros perceberem e pensarem que os alemães são simpáticos.

 

E afinal, acabei de descobrir, oficialmente é dia do pai!



publicado por Undómiel às 15:51
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Maio de 2009
playing games

 O sucesso na Bauhaus que, pelo que parece, pode ser o único está aqui



publicado por Undómiel às 23:12
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 15 de Maio de 2009
porquê?

Butterflies = butter + flies

Moscas de manteiga? Porquê?



publicado por Undómiel às 10:34
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Afinal foi falso alarme - porno

Diagrama de Gantt alinhavado, 3 ou 4 bons conceitos para desenvolver, uma página escrita sobre o projecto e o projecto morre. Mas morre de forma subtil:

- Qual é o teu background?

- Hum... Já fiz muita coisa, sempre em áreas diferentes. No que diz respeito a 'film', auxiliei na escrita de 3 coisas e participei no processo todo numa. Foi um dos piores trabalhos que já fiz na vida.

- Bom, então parece-me que podes oferecer essas tuas capacidades como 'writter' a outro grupo.

 

Estou deprimida. Sinto que desperdicei trabalho e ainda tenho que desenvolver mais os conceitos (= continuar a desperdiçar).

 

Além disto, descobri que, afinal, aqui espera-se que "os alunos, quando escolhem um projecto, sabem o que querem fazer e como o fazer.". Emoções do dia: depressão e medo.

Começo a sentir ameaçada a minha licenciatura.



publicado por Undómiel às 13:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 6 de Maio de 2009
Projecto porno

 Hoje foi o dia em que cada aluno apresentou aquilo que queria fazer com 3DTV. Cada aluno apresentou uma ou mais ideias. Umas mais interessantes que outras, umas mais técnicas e outras mais preocupadas com as narrativas, mas havia de tudo.

Pelo que me apercebi, os alemães começam agora a conhecer-se e a dar-se uns com os outros. Talvez devido à barreira linguística, eu e as 3 chinesas que parecem fazer mesmo tudo juntas, não fomo assim tão integradas. Mas hoje foi um pouco diferente. Não passei a estar plenamente integrada no grupo, mas muitas pessoas começaram a falar comigo. A razão é bonita e reveladora do mais que mais intrínseco há na raça humana.

Eu apresentei três ideias. Uma delas era o desenvolvimento de um jogo em 3d em que o espectador/jogador é, realmente, a personagem, sem avatars e é ele que faz os movimentos que lhe permitem avançar no jogo (sim, isto envolve muita tecnologia e é complicadinho - impossível em tão pouco tempo). A outra ideia era a realização de um filme que na verdade são vários, variando a história/perspectiva com a perspectiva do espectador (inspirada por um episódio de Simpsons em que o dia é contado várias vezes, pelos vários membros da família). E a terceira ideia, a que quase fez o meu mundo mudar porque toda a gente quis falar comigo, foi: fazer um filme pornográfico estereoscópico. Quando eu disse a palavra "porn", depois dos risos, surgiram os gritos "I'll do it!", "the question is: who will be the female actress?", etc... Estive calada durante quase um minuto até poder continuar a explicar as coisas. Os profs adoraram.

As pessoas, em certos aspectos, são iguais em todo o lado...



publicado por Undómiel às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (5) | adicionar aos favoritos