pesquisar   

Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008
A primeira grande aventura deste Verão

No regresso de Paredes de Coura, o João partilhou comigo um dos seus desejos de aventura para este ano. Eu achei piada. Ficámos, então, de encontrar um intervalo em comum entre as nossas agendas.

Dia 23 de Agosto foi o dia em que partimos para aquela que foi a minha primeira grande aventura deste ano, provavelmente a penúltima antes dos 20 e a segunda maior até ao dia em que abandonarei os teens. Partimos da Barra, de bicicleta, em direcção à praia da Tocha. O objectivo inicial era ir até lá e vir, pela costa, em dois dias, com dormida na praia. Obviamente, a coisa não aconteceu bem assim.

Apesar de ter passado muito tempo desde o dia em que a proposta foi feita, não tinha expectativas nenhumas, de modo que toda a viagem foi uma descoberta e uma construção.


Ver mapa

 

As duas palavras que melhor se associam a esta viagem são "divertimento" e "dor". Dor no rabinho por passar muito tempo assente num celim desconfortável sem treino prévio; divertimento graças a tudo o resto...

Encontrámos todo o tipo de pessoas e personagens e muitos tipos de paisagem: rastas na Vagueira numa festa trance às 16h; velhotes no Calvão três horas depois (a quem agradeço a chave inglesa e a simpatia), depois de pedalar durante longos quilómetros por entre pinheiros e silvas; rapazes que tratam as empregadas de mesa por 'jóia'; amigos de Aveiro em Mira; pescadores que acordam quem dorme ao pé dos seus barcos às 6h da manhã e os trata por "camaradas"; as senhoras que gritam para vender no mercado matinal na Tocha e, no fim da viagem, a minha família.

No regresso fomos fracos e viemos para a Barra de carro por um caminho com pequenas partes em comum com aquele que fizemos de bicicleta. Foi um pouco frustrante fazer em minutos aquilo que, na mesma manhã tinha demorado horas...

 

Foi uma experiência e tanto, esta jornada. A minha mãe ontem disse que podíamos escrever um livro com a história desta viagem. De facto, há matéria para o fazer, mas isso ia tirar alguma magia ao que esta aventura foi. Em vez disso digo "amiguinhos, experimentem.".

 

 

Há um report mais ilustrado aqui.



publicado por Undómiel às 14:45
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De joão a 25 de Agosto de 2008 às 17:00
foram quase 70km, dá para acreditar?
e sim, foi uma experiência fantástica (ler esta última frase com voz radiofónica de anúncios de circo) * :D
disto não vais ter tu na bauhaus!


De violeta a 26 de Agosto de 2008 às 19:26
Conheces a música do camionista?

Que tal: "Sou ciclista, sou a maiooor!"

:D

É caso para dizer que o passeio correu sob rodas!


De Undómiel a 26 de Agosto de 2008 às 21:13
Sob são os teus passeios... lol
Este meu correu 'sobre' rodas. :p


De violeta a 27 de Agosto de 2008 às 11:39
Ups :$$$


De violeta a 27 de Agosto de 2008 às 21:34
Nestes dias é mais sob Renata :D


De Renata a 28 de Agosto de 2008 às 21:38
Realmente vocês andaram muito! Eu acho que andava 10 min e já queria parar (bicicletas nao é comigo!).
Depois disto Maura, já aguentas tudo! E ja podes ir para os 20 mais rica :P
Beijinho


De mariabaunilha a 1 de Setembro de 2008 às 00:42
ja vi coisa parecida no blog do joao e dou-vos os parabens pela coragem de f```o cuzinho todo na bicla XD

descansa, batata podre tem o seu "q" de fofinho



Comentar post