pesquisar   

Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009
O início da debanda

Na semana que passou começou a debanda. As pessoas começaram a partir para os países onde vão fazer Erasmus ou equivalentes, deixando para trás uma série de coisas importantes na esperança de encontrar muitas mais. Essas coisas importantes incluem pessoas, pessoas importantes que fazem com que Erasmus seja uma experiência não só de quem vai como de quem fica. É uma provação de ambos os lados.

Agora que sei o que é ser "quem fica" percebo isso. Não é assim tão fácil dizer "boa sorte! diverte-te! ". Mas depois do esforço e das lágrimas, as coisas têm um sentido. Como disse alguém ontem em conversa "é a vida a acontecer". E daqui a poucas semanas que alguém escreva algo do género quando eu partir rumo à escola onde nasceu o funcionalismo... Porque eu já tenho saudades daqueles que ficam em Portugal.


tags:

publicado por Undómiel às 01:13
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Comentários:
De joão a 9 de Fevereiro de 2009 às 01:26
nada se perde, tudo se transforma :) *


De Inês a 9 de Fevereiro de 2009 às 22:10
não te preocupes maurinha, vai haver sempre um pedacinho de mim contigo, e um teu comigo, portanto o ficar ou partir nunca acontece mesmo ;)


De violeta a 9 de Fevereiro de 2009 às 23:46
Aconteceu mais do que uma vez. Estávamos no 1º ano e a Marga teimava em, inequivocamente, tratar-me por "Maura". Desculpava-se dizendo que nos confundia por sermos parecidas. Não faço ideia qual terá sido a semelhança que lhe provoca aqueles lapsos linguísticos, já que naquela altura nem sequer éramos as gémeas das galochinhas, mas acredita que foi um dos melhores elogios que me poderia ter feito. *


Comentar post